Liberdade de Expressão da italiana Marilena Nardi vence 13ª edição do WORLD PRESS CARTOON

O cartoon Liberdade de Expressão, da autora italiana Marilena Nardi, mereceu a distinção com o Grand Prix da 13ª edição do WORLD PRESS CARTOON, o grande evento anual do desenho de humor na imprensa internacional, que ontem abriu portas no Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha. Primeiro prémio na categoria Cartoon Editorial, o desenho foi publicado no jornal de Barcelona Illegal Times, em Dezembro de 2017. Nardi é a primeira mulher a receber um Grand Prix  do World Press Cartoon. Entre os nove premiados desta edição, a cartoonista italiana arrecadou o maior prémio monetário, no valor de 10 mil euros. Ainda nesta categoria, o júri atribuiu o 2º prémio à obra Utopia, do brasileiro Cau Gomez, publicado na revista brasileira Continente, e o 3º prémio a um desenho sem título do autor turco Hicabi Demirci, publicado pelo jornal Pazar.

 

A cerimónia da entrega dos troféus decorreu num espectáculo onde o humor imperou, com a passagem pelo palco de personalidades marcantes do cartoon internacional e da vida cultural das Caldas da Rainha. O director do salão, o cartoonista português António Antunes, destacou o facto de ser a primeira edição em que foram aceites cartoons publicados em meios online: «Devido à crise generalizada da imprensa escrita, esta é, muitas vezes, a única via disponível para a realização profissional dos cartoonistas de todo o mundo». O presidente da Câmara Municipal da Caldas da Rainha, Fernando Tinta Ferreira, falou por sua vez da importância que o World Press Cartoon traz à cidade: «O sucesso alcançado pela edição anterior fez com que as Caldas da Rainha venham de novo a receber a edição do World Press Cartoon 2018. A tradição humorística desta cidade responsabiliza-nos, para que tenhamos como objetivo tornar o Concelho das Caldas da Rainha como o centro do humor e da caricatura em Portugal, desígnio que vamos prosseguir e em que estamos muito empenhados.»

World Press Cartoon distingue ainda trabalhos em duas outras categorias. Em Caricatura, duas obras vencedoras retrataram o presidente dos EUA: um Donald Trump do belga O-Seoker, publicado no website Jyllands-Posten, e outro do holandês Endyck, publicado no website Fenamizah, primeiro e segundo prémios respectivamente. O 3º prémio, para um Robert Mugabe das páginas do jornal indiano Metro Vartha, foi entregue ao artista indiano Thomas Antony. Na categoria de Desenho de Humor, o 1º prémio foi atribuído ao sérvio Nedeljko Ubovic, para uma obra sem título, o 2º prémio foi para Cemitério Paraíso, do brasileiro Silvano Mello, e o 3º prémio distinguiu Zebra…Deixando a nossa marca na natureza, do autor norueguês Fadi Abou Hassan. Trabalhos realizados para as publicações Vecernje Novosti, Super Notícia e Cartoon Movement, respectivamente.

Todos estes cartoons fazem parte da selecção feita por um júri internacional entre as centenas de obras apresentadas a concurso e vindas de todos os continentes. Essa selecção dos 281 melhores trabalhos concorrentes constitui a exposição que estará aberta ao público, no Centro Cultural e de Congressos das Calda da Rainha, com entrada livre, a partir de hoje e até 28 de julho. São desenhos que compõem um retrato divertido do mundo, publicados em 227 publicações de 54 países. O visitante pode levar todos estes desenhos para casa, adquirindo o catálogo à venda no local.