Juri 2005: Pascal Phillipe

Pascal Phillipe

VAMOS RIR JUNTOS… “Desenho político, caricatura ou desenho de humor. Mais de 150 eventos, em mais de 40 países, lhes são anualmente dedicados. Mas, quantos leitores de jornais poderiam, espontaneamente, citar pelo menos um? Poucos, sem dúvida. Os eventos que conseguem conquistar um público, quando a exposição passa a dimensão de uma sala de aula, não são os mesmos que os autores frequentam. Muitas destas iniciativas têm recursos bem limitados. Outras, anunciadas como periódicas, entram em eclipse. Por outro lado, que há de comum entre o Velocartoon da Lituânia e o prémio Pulitzer, o famoso galardão norte- -americano consagrado aos cartoonistas, tal como aos outros profissionais do jornalismo? Têm, pelo menos, uma coisa em comum: a sua existência não ultrapassa as características de um clube: a audiência, a soma dos interesses dos seus membros. O número e a dispersão geográfica dos eventos (considerando todos os continentes) testemunham, no entanto, uma expansão. À qual falta um eixo, uma referência, para não dizer um sentido. Ao decidir baptizar o salão que criaram World Press Cartoon, António Antunes e os seus companheiros nesta jornada fixaram a si mesmos um programa. Que equivale a um compromisso. A fonte inspiradora é o World Press Photo, a referência profissional e internacional do

Pascal Philippe, jornalista, é o responsável pelo departamento de fotografia e desenho do jornal francês Courrier International, publicado em Paris pelo grupo Le Monde. Criador do departamento, Pascal Philippe logrou atrair para o semanário os melhores cartoonistas internacionais e fazer da publicação dos seus desenhos editoriais uma marca própria do Courrier. Pascal Phillipe orienta um curso de desenho de imprensa na Ecole Supérieure des Arts Graphiques (ESAG-Penninghen, Paris), instituição que foi historicamente a antiga Académie Julian.